CANTIGAS DE AMOR & MALDIZER

Jovino Machado

 

Cantigas de amor & maldizer é o mais novo livro de Jovino Machado. A obra contém alguns poemas inéditos e ainda outros, já publicados pelos sites de literatura Cronópios e Germina, e que trazem eventuais revisões do autor. A publicação acontece aos cinqüenta anos de Jovino, e também por isso ganha um caráter comemorativo.

Cantigas […] tem as dimensões de uma caderneta (10 x 14 cm). Na sobrecapa, há um coração vermelho de Rachel Leão: uma representação anatômica com a dureza da madeira.

A xilogravura foi reimpressa pelo artista e gravador Alessandro Lima especialmente para esta edição. A plaquette vem lacrada por um fio encerado e um adesivo – a garantia de que aquele volume será aberto pela primeira vez. O leitor encontrará, então, elementos que estabelecem relações com a dualidade presente na gravura de Rachel e no texto de Jovino.

A delicadeza de desenhos de linha, presentes no interior do volume, esconde diversos insetos entre as folhas e as flores; nas guardas, há ilustrações científicas de besouros; o verde esmeralda do interior se choca com o vermelho da sobrecapa. Tudo busca acompanhar o ritmo estabelecido pela progressão dos poemas, que leva a leitura do amor ao maldizer numa gradação sutil, sem que um deixe de fazer parte do outro. A tiragem é de 50 exemplares e cada um é individualmente numerado.

Em 2013, o autor teve seus poemas estampados na coleção de verão da grife Elvira Matilde.

Obras do autor

 Só poesias, 1981; Em cantos e versos, 1982; Uma mordida para cada língua, 1985; Deselegância discreta, 1993; Trint’anosproust’anos, 1995; Disco, 1998; Samba, 1999; Balacobaco, 2002; Fratura exposta, 2005; Meu bar meu lar, 2009; Cor decadáver, 2009; Amar é abanar o rabo, 2009; Cantigas de amor & maldizer, 2013.

SERVIÇO:

Lançamento do livro Cantigas de amor e Maldizer
21 de novembro, quinta-feira, de 18h às 21h
Lj. Elvira Matilde
R. Fernandes Tourinho, 241
Savassi, Belo Horizonte

O livro será vendido a R$ 25,00.

(não será possível pagar com cartão)
Entrada franca