Conceituada pintora mineira lança livro na SP-Arte 2015

Escrito por Alberto Saraiva, livro foi lançado com a presença da artista no lounge Oi/Iguatemi, no dia 11 de abril

foto (4)

Depois de conquistar o público e a critica com a exposição que lançou o média metragem “NháNhá”, a aplaudida artista plástica Niura Bellavinha lançou o seu livro, durante a SP-Arte 2015. A publicação, que aborda a sua trajetória, desde o ano 1990, faz parte da coleção Arte & Tecnologia, editada pela NAU Editora, com co-edição do Oi Futuro, patrocínio da Oi, da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e apoio cultural do Oi Futuro.

Para escrever o texto do livro, o curador Alberto Saraiva selecionou os momentos referenciais da carreira de Niura, que faz parte de uma vertente conceitual de sua história de vida. “É uma obra abrangente, cuja origem está sedimentada na pintura, com desdobramentos teóricos e simbólicos, que incluem  objetos, desenhos, pinturas e cinema. O cinema, aliás, é o meio que a artista expande sua perspectiva para além da pintura”, explica.

Conhecida por pensar em torno da pluralidade dos fatos e ter gosto pela história, Bellavinha encontrou um caminho singular na pintura brasileira. Com o média metragem “Nhánhá”, mais uma vez, sua arte, possuída a partir da matéria, dá margem a uma narrativa pessoal, retratando as terras mineiras. “Bellavinha é profundamente barroca. Trás em seu trabalho, de forma singular, as influências do barroco mineiro e de Alberto da Veiga Guignard, pintor que representa a dinâmica das matérias em aeração. O trabalho de Niura é uma síntese que responde a história da visualidade proveniente do barroco”, conta Alberto.

As imagens selecionadas para apresentar o filme, no livro, foram feitas durante as filmagens. Os frames também foram usados na produção. A publicação conta, também, com fotos do público assistindo as projeções, durante as exposições, realizadas no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Durante a SP-Arte, Niura irá apresentar, ainda, um conjunto de fotografias, na Galeria Anita Schwartz.

No livro, é possível acompanhar o processo criativo da artista a partir do panorama geral de suas obras. Segundo Alberto, Niura tem uma obra com características muito especiais, porque ela enxerga a pintura e a paisagem como algo permanente. “A considero uma das principais artistas brasileiras da atualidade”.

O livro provoca, instiga e impulsiona o leitor a conhecer mais a fundo as obras da artista, que propõe subverter o olhar. Para ela, a publicação foi muito importante para rever sua trajetória como um todo. “O meu processo de trabalho ficou ainda mais claro, pois o livro trata, especialmente, da fundamentação conceitual. Os textos do Alberto são esclarecedores. Todo o trabalho foi muito forte e revelador. Agora vou aplicar esta experiência em outros projetos”, conta.

Coleção Arte & Tecnologia Oi Futuro

Com registros de importantes exposições realizadas pelo Oi Futuro e da trajetória de artistas singulares, a coleção Arte & Tecnologia serve como fonte de conhecimento sobre a arte de nomes como Wally Salomão, Wlademir Dias-Pino, Marcos Chaves, Adriana Varella, Carlos Vergara, Ivens Machado, Miguel Chevalier, Frederico Dalton, Sonia Andrade e Vicente de Mello. Alguns nomes internacionais se destacam por terem na coleção as primeiras publicações sobre seus trabalhos apresentados no Brasil – caso de Pierre et Gilles e Tony Oursler. Ainda no front internacional, Gary Hill, Gabrielle Basilico e Nam June Paik, com “Vídeos 1961-2000”, são pontos altos da coleção.

Serviço

Lançamento do livro “Niura Bellavinha: Em Torno da Luz”

Local: SP-Arte – Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera, Portão 3 São Paulo, Brasil

Data: 11/4 (sábado)

Horário: 14h30

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Benedita Comunicação – (31) 3225 1197

Thiago Romano – (31) 9282 6879

Mariana Vasconcellos– (31) 9163 7226

TAGS: \ \ \ \ \ \ \ \