Móveis funcionais são apostas para ambientes menores

Em meio à tendência de apartamentos compactos, Foppapedretti trás utensílios domésticos inteligentes para facilitar a rotina das famílias

Service

Mais de 169 milhões de brasileiros vivem atualmente em áreas urbanas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Esse valor representa uma média de 84% da população do País. Com tal crescimento das grandes cidades, não é de se espantar que, nos últimos 12 meses, o m² tenha aumentado 12,3%, em 16 capitais, de acordo com índice da FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Com a escassez de espaços, os valores dos terrenos aumentaram consideravelmente. Contudo, as construtoras precisavam, ainda, adaptar o preço de seus imóveis para o bolso de seus clientes. E foi nesse contexto que o mercado imobiliário foi induzido a adaptar sua realidade e passou a oferecer um novo formato de moradia: os apartamentos compactos. Assim, a população não precisa se afastar dos centros das cidades, melhorando, ainda, a política de transporte público e urbanismo.

Mas abrir mão de espaço não significa prejudicar o conforto. É comum encontrar apartamento de dois quartos com até 50m². Segundo o arquiteto Júnior Piacesi, nesse caso, o ideal é ter o mínimo necessário em uma casa. Em seguida, transformar o mínimo em funcional.

Algumas dicas de decoração podem dar uma sensação de amplitude e aproveitar os espaços do apartamento sem perder a beleza, a praticidade e o conforto. “O ideal é aproveitar os planos não tradicionais. Um armário abaixo da pia é sempre válido, mas pode-se, também, investir em armários aéreos, em 3D”, diz o arquiteto. A distribuição de cores também é importante. Quanto mais claras, maior a sensação de amplitude. Espelhos na parede também podem proporcionar o mesmo efeito. “Ao comprar um móvel para um ambiente menor, a primeira coisa que precisa ser avaliado é a sua função. O objeto precisa ser multifuncional. Uma cadeira, por exemplo, pode ser dobrada, pendurada na parede e virar um belo quadro”, ensina.

Uma das opções é investir em móveis inteligentes, como os da grife italiana Foppapedretti. Recém-chegada a América Latina, a loja, localizada em Belo Horizonte (MG), reúne uma série de idéias práticas como mesas extensíveis, bancos que viram mesas, cadeiras dobráveis, sapateiras, varais ou cômodas. “As novas residências brasileiras têm seguido um padrão de tamanho pequeno, que na Europa já é bastante usado. Os móveis funcionais têm se tornado aliados fundamentais na decoração, já que, além de serem objetos de design, facilitam o dia a dia das pessoas por, em sua maioria, oferecerem soluções perspicazes”, explicou o proprietário da grife, Luciano Bellini.

Foppapedretti

Com 70 anos de mercado, chega ao Brasil, pelas mãos do empresário Luciano Bellini, a grife italiana Foppapedretti. A loja, localizada na Av. Raja Gabaglia, em Belo Horizonte, é a primeira da América Latina a receber os produtos da marca.

Conhecida pelo design arrojado e pela durabilidade de seus móveis funcionais, a Foppapedretti é um dos nomes mais relevantes da Europa. Prova de tal credibilidade com seu público-alvo, foi a sua colocação no ranking de excelência italiano. A grife apareceu em terceiro lugar em estudo encomendado pela BBC, ficando atrás, apenas, da Ferrari e Parmigiano Reggiano.

 

TAGS: \ \ \ \ \ \