MINAS TREND PROMETE AQUECER A ECONOMIA PARA O VERÃO 2019

A 22ª edição da semana de moda mineira, realizada entre os dias 17 e 20 de abril, no Expominas, em Belo Horizonte, apresentou as tendências para o Verão 2019. Além disso, deixou empresários do setor otimistas. O Salão de Negócios, que contou 205 expositores, movimentou o comércio de vestuário, acessórios e calçados.

A marca Ellizabeth Marques, voltada para o segmento festa, teve saldo positivo. De acordo com Lucas Tavares, diretor de marketing da grife, essa edição superou as expectativas. “Todas as peças da coleção tiveram boa saída. A linha Deezer, que foi a grande novidade, teve muita aceitação”, comenta.

 

As peças foram desenvolvidas a partir de uma pesquisa com clientes ativos e inativos. “Fizemos isso para saber as demandas dos clientes. E assim criamos a Deezer, uma linha minimalista sem bordados que entrega qualidade, preço e tendência”, pontua. A label abriu mercado em cidades do Sul do país, e também na Argentina. Cerca de 70% das vendas são resultado do Minas Trend. “O evento é uma vitrine muito importante para as marcas de atacado”, assegura.

 

Para a Anne est Folle, subir na passarela aumentou a visibilidade e o movimento no estande da marca. “Tivemos muitos clientes novos que não conheciam a marca, principalmente depois do desfile”, comemora Renata Manso, diretora criativa da grife. Para ela a edição foi boa em todos os aspectos.

 

“A todo o momento tinha gente passando para conhecer ou fazer compras. Abrimos novas praças na região Sul do país e estamos em conversa com uma cliente do Canadá”, detalha a estilista. Cerca de 30 a 40% do faturamento da marca é resultado do MW. “A gente vende muito depois do Minas Trend também. São clientes que vêm a feira e querem comprar depois com mais calma”, pontua.

 

A marca Nammos – referência em resort wear – abriu mercado em várias cidades, entre elas Uberaba e Aracajú. O Salão de negócios representa de 20 a 30% do faturamento da label, que levou 80 peças para o estande. “Tem cliente que gosta tanto de uma determinada peça que a leva em várias cores”, comenta a estilista e diretora da marca, Amanda Miranda. Apesar de estar apenas há dois anos no mercado, as peças da grife  estão em 95 pontos de venda, e nas melhores multimarcas do país, como a Clô, Mares Guia, Lallume, Espaço Deluxe, Mesckla, Helena Mottin, Clube Domizio, Bazaar Fashion, Guti e Nannai Boutique. 

 

Já a grife de lingerie feminina Chris Gontijo, venceu a 12ª edição do Ready to Go, o maior concurso para novos talentos em início de carreira de Minas Gerais. A marca começou seu trabalho no atacado na edição passada, e chamou a atenção pela proposta contemporânea e peças que transpõem o quarto de dormir e saem às ruas. Tecidos nobres como rendas, tule, chiffon stripe e sedas são à base das criações da estilista homônima. Como prêmio, a label recebe um estande para mostrarem suas coleções no próximo evento de moda, em outubro, seguindo caminho solo. Muitas marcas que ganharam o concurso em edições passadas já tiveram reconhecimento internacional, como a Anne est Folle.