BH À Porter traz lojistas de todo o país para conhecer lançamentos do Verão 2016

Marcas e consultores unem-se no maior evento open de pronta entrega do país e recebem clientes em Belo Horizonte, buscando movimentar o mercado

DBZs16-0663

A capital mineira recebe, de 24 de agosto a 11 de setembro, lojistas de todo país para o maior evento open de pronta entrega. O objetivo principal é trazer clientes varejistas para conhecer o mercado de moda de BH e mostrar em primeira mão as novidades das coleções do Verão 2016.

O BH À Porter – Moda em Movimento, visa otimizar o tempo e o investimento dos varejistas, criando oportunidades únicas de negócios.

O projeto conta com o apoio das maiores marcas do setor da moda (que financiarão a vinda dos lojistas), do Sindicato das Indústrias do Vestuário no Estado de Minas Gerais (Sindivest/MG), da especialista em estratégia de mercado e branding Valleria Melo e do Hotel Ouro Minas, que será pago pelos organizadores.

Os convidados serão recebidos com completa estrutura, pontos de apoio na cidade, informações de tendências de moda da nova coleção, entre outras facilidades. Os consultores de moda montarão roteiros para as visitas aos showrooms das marcas participantes de acordo com o perfil dos clientes, oferecendo atendimento personalizado.

A expectativa do evento é movimentar o mercado confeccionista de Belo Horizonte, mantendo as vendas do setor em alta. Na última edição, o BH À Porter gerou um montante de mais de R$ 3 milhões e trouxe à capital mineira 160 lojistas.

O Projeto é gerenciado pela Cooperativa dos Consultores em Negócios de Moda de Minas Gerais (Coopermoda), constituída em 2005, com o propósito de promover, através de seus  cooperados, negociações entre a indústria da moda e seus clientes.

Confira a lista de marcas já confirmadas no BH à Porter:

Alles

Anne Fernandes

Ávida

B. Boucle

B. Fly

Bixugrillo

Caos

Caricatura

Claudia Marisguia

Claudia Rabelo

Civil Jeans

Cleo

D’Laport

DBZ

Desiree

Dilles

Divina Pele

Editorial Multimarcas

Elaine Fernandes

Engenharia da Roupa

Fátima Scofield

Faven

Fleche D’or

Fourton

Frutacor

Gloss

Iorane

Jes

Kaster

Libértis

LN Deluxe

Lume

Madreperola

Maracujá

Marcia Morais

Patchoulee

Plataforma

Prado Store

Primeira Etapa

Regina Salomão

Rogério Costa

Romaria

Silvania Miranda

Skazi

Skunk

Strass

Thamara Capelão

Tidda

Tutta

UH Premium

Vanessa Arantes

Vanessa Madsen

Vidi Vici

Créditos:Weber Pádua

Related Images:

Entrar em contato com as artes desde cedo é fundamental para o aprendizado escolar, aponta estudo

Projeto educativo do Museu Inimá de Paula contribui para a educação e inclusão social através da cultura

BRAZIL- MINAS GERAIS - BELO HORIZONTE- Works by Brazilian photographer Gualter Naves. Visita escolar ao Museu Inim‡. Exposi‹o Hotel Esplendido e Incurs›es. .

Uma pesquisa feita pelo Crystal Bridges Museum of American Art, nos Estados Unidos, com 11 mil estudantes e 500 professores, constatou que jovens que mantém interesse pelas artes e cultura, apresentam mais tolerância, desenvolvimento de pensamento mais rápido e facilidade para desenvolver mais habilidades.

Desde muito cedo, tudo vira objeto de investigação nas mãos dos pequenos. Por isso, é fundamental estimular a experimentação da arte nessa fase, levando-os a museus, parques, exposições e galerias. Crianças interessadas em coleções, histórias, arte e cultura têm grandes chances de tornarem-se adultos mais sensíveis e com maior senso critico. Pensando nisso, o Museu Inimá de Paula desenvolveu o projeto Arte Educação, em que oferece visitas guiadas e oficinas para turmas de estudantes.

Apoiado pela Lei de Incentivo a Cultura (Lei Rouanet) e com patrocínio do Banco Itaú, o projeto foi criado em 2010 e já recebeu mais de 45 mil alunos de escolas públicas e privadas.

Antes do passeio, o museu disponibiliza para o professor um material didático educativo, para que a preparação das aulas e projetos aplicados aconteça da melhor forma. No dia da visita, os grupos de até 50 pessoas são recebidos por um arte-educador que os orienta durante todo o percurso. Para as crianças, a história do artista Inimá de Paula é contada por duas atrizes de teatro, facilitando a compreensão dos alunos menores.

O Projeto oferece transporte às escolas e grupos carentes (municipais, estaduais e federais). As visitas com transporte são para, no máximo, 45 alunos por vez, respeitando os limites de segurança e capacidade do ônibus. Todos os alunos recebem lanche gratuito. Após a excursão, os jovens recebem um kit de arte (composto por régua, lápis, borracha, caixa de lápis de cor, apontador, bloco de anotações).

Para atender as demandas das diversas escolas da região, a instituição oferece turnos diferenciados. Os horários de 09h e 10h são disponibilizados às terças, quartas e sextas. Na parte da tarde, estão disponíveis os turnos da 14h e 15h30, de terça a sexta. A única opção noturna é na quinta-feira, às 19h.

A idade mínima é quatro anos. As instituições de ensino devem enviar dois acompanhantes, além de apresentar a declaração de visita devidamente preenchida.